segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Natal e Reflexão!!! Feliz Natal a todos!!!



O Natal é tempo de perdão, de reconciliação, de amor, paz, harmonia, alegria, celebração...Que a chegada do menino Jesus toque os corações mais incrédulos e petrificados por sentimentos negativos, e os torne mais amenos e influenciáveis pelo espírito natalino, deixando as máscaras de lado e a falsa cristandade, para mergulhar de corpo e alma em sentimentos mais puros. Que a família volte a ser envolta pelo amor Divino e os espíritos de luz a protejam das influenciações malignas, afastando aqueles que disseminam o mal e o alimentam com a língua ferina e os arroubos de falsa bondade. Que Deus derrame suas bençãos sobre nós! Que o nascimento de Cristo seja comemorado e exaltado para a reflexão geral do ano novo que se aproxima. Amém! Feliz Natal a todos!  

domingo, 15 de dezembro de 2013

Prosseguindo na análise dos erros ao longo do ano...


Vejo fácil os erros do próximo, principalmente quando estão muito próximos. Mas tudo é nebuloso quando se tratam dos meus erros. Projeto para o ano que chega: Observar melhor para acertar mais, e de consequência errar menos...  

domingo, 1 de dezembro de 2013

E a avaliação dos erros ao final do ano...


Está chegando a hora da análise dos erros do ano que se encerra. Dezembro se inicia e a hora é agora. Para quem busca o aprimoramento, dedicar um tempo para relacionar os erros cometidos ao longo do ano é uma forma de evitar a repetição histórica. Para muitos isso pouco importa, já que embora dedicando a vida ao próprio umbigo, se acham a cereja do bolo e não se importam com a evolução, moral, espiritual, etc. Acreditam que todos tem que aguentá-los como são. A esses, meus pêsames!! 
Vigiai e orai!! Essa é a regra básica.

sábado, 30 de novembro de 2013

O tempo não passa....


Quando o tempo parece não passar e tudo está entediante, é sinal que as coisas não vão bem. Hora de meditar, ponderar...


sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Em meio a black friday...


A vida é um círculo, como a história, cada dia é uma repetição de fatos já experimentados...

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Vivendo no mundo das redes sociais....










A fragilidade das relações humanas é notada na medida em que observamos o afastamento das relações pessoais em prol das virtuais. Ao se abdicar de uma boa conversa, da convivência familiar, etc., para se viver no mundo virtual, das redes sociais, onde tudo é “perfeito”, ninguém tem “defeitos” e a vida é colorida à base do photoshop, a ilusão da lugar à realidade e a psiquiatria agradece, já que logo florescerão os problemas decorrentes dessa nova forma de vida. As síndromes dos não aceitos, dos não curtidos, dos sem grupos, dos rejeitados, do bullying virtual (que já é realidade), etc., irá delinear os novos rumos das doenças sociais. Se é evolução, lamento, mas ainda prefiro um bom papo, um abraço, um toque, que não seja do teclado... 

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Pra onde caminha a humanidade...



Cada dia vejo que estamos mais distantes do desprendimento do modelo de sociedade contratualista, que carece de leis, normas e toda sorte de punições para manter seus contratantes nos devidos limites ,visando se estabelecer um equilíbrio nas relações sociais.
A humanidade tem caminhado na contramão da solidariedade, da fraternidade, do respeito ao próximo, da liberdade, das noções básicas de civilidade. 
O tempo passa e cada um pensa mais em si mesmo, se esquecendo do vizinho, do familiar, daqueles que estão pelas ruas... e se volta para dentro de si, fechando-se em sua concha e de olhos voltados para o próprio umbigo.
Nessa linha de pensamento está o prato cheio para o desrespeito ao contrato social, seja através do descumprimento de um modelo simples de regra que consiste em não avançar sobre o direito alheio, ou tomando maiores proporções, em forma de protestos desmedidos, sem propósito, com a única finalidade de provocar baderna, prejuízo, transtorno...no mesmo modelo dos torcedores que vão ao estádio para brigar, vandalizar, ofendendo não mais o indivíduo, mas a coletividade, as regras sociais de convivência pacífica e harmônica...
Assim, como a evolução não chega ao espírito dos contratantes, outra saída não resta senão vivermos sob o manto do contrato social, rígido, porém ineficaz, já que pinça fatos e pessoas para demonstrar sua eficiência, não alcançando todos e gerando a sensação de que a maioria dos transgressores está impune, o que é uma realidade. 
E seguimos a vida com a ilusão de que somos civilizados...
   

domingo, 6 de outubro de 2013

O inesperado!!!


Todos algum dia já sentiram inesperadamente saudade de alguém que já não se encontra nesse plano. Essas lembranças e sentimentos são maravilhosas! Nos conduzem no tempo e proporcionam momentos de grande beleza ao nos conectarmos com esses entes queridos. Essa, pra mim, é uma certeza de que não estamos sozinhos e de que aqui não é o fim. Ao sentirmos o cheiro da pessoa, o perfume, a presença, algo inesperado acontece. O coração pulsa diferente e nos conduz a prazerosa sensação de que nunca perdemos quem agente ama, só marcamos um encontro para o futuro... 
Vamos celebrar sempre! A vida é infinita, mas a chance de mudarmos os rumos dela depende de nós...
Que o amor prospere sempre! 

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Fantasmas que rondam...


Nada como uma sexta-feira 13 para darmos um tchau àqueles fantasmas que rondam nossa vida. É dia de assepsia etílica!!! Salve!!! 

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Histórias de monge...



O Monge e o Cachorro

Certa feita, um monge que vivia isolado do mundo em uma caverna no alto de um monte, resolveu descer até a civilização e passou a observar uma família que brincava com um cachorro, beijando-o, acariciando-o, e dedicando todo o carinho a aquele animal.

Como ainda não havia nutrido tais sentimentos, de amor, carinho, doçura, gratidão, etc., o monge sentou-se ao longo de uma calçada e meditando buscou trocar de corpo com o espírito daquele cachorro.

Alcançando êxito no seu desejo, pode sentir o prazer, a sensação de se sentir querido, amado, acariciado, e vivenciou momentos indescritíveis em sua vida, podendo passar por sensações de profunda felicidade, que jamais pensou gozar um dia.

Ao final de sua jornada, pode perceber que não há tesouro maior no mundo do que a sensação verdadeira de se sentir amado, querido, e poder ser acariciado por seu dono.

Quantas pessoas no mundo nunca poderão descrever tais sentimentos, pelo simples fato de não o terem vivido, ou não terem quem dedique um pouco do seu tempo a alimentá-los.



Ainda que seja por instantes, sempre é bom nos sentirmos queridos, desejados, mesmo que por segundos, pois só assim poderemos vivenciar uma das melhores sensações da vida. Pena que muitos se esquecem que somos muito mais do que cães, e como eles precisamos nos sentir queridos pra gozarmos de um pouco de felicidade...

domingo, 11 de agosto de 2013

Nem tomando todas é possível aceitar...


Tem surgido no Brasil uma gama de péssimos profissionais, e com certeza, péssimos seres humanos, pois não há como dissociar a atitude profissional da pessoal. Uma reflete na outra. Não tem compromisso com o que fazem ou como fazem. São verdadeiros egoístas embriagados por uma vaidade tola e uma falta de competência impressionante. A eles eu digo: A diferença entre o ótimo profissional e o péssimo, não está somente no conhecimento acadêmico, na "praxis" ou na dogmática, mas principalmente no compromisso que tem com o próximo no exercício de sua profissão.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Só tomando uma Sulamericana pra aceitar as omissões da vida e de alguns julgadores...



Quando um juiz, provocado dentro do devido processo legal, se queda frente uma flagrante violação da Constituição, afirmando não vislumbrá-la, ainda que patente, resta o álcool como consolo por aqueles que abandonaram seus princípios, e o pior, a letra da Lei. 

quarta-feira, 26 de junho de 2013

E vou levando a vida...

Em certos momentos na vida nos deparamos com verdadeiros Poncio Pilatus em nosso caminho... 
Parece que no mundo as pessoas preferem lavar as mãos para as batalhas que a vida impõe do que enfrentá-las com a coragem e dignidade de verdadeiros homens de bem...
Sem dúvida é mais comodo agir como covarde do que comprar briga, mas quem opta por esse caminho jamais sentirá o gosto prazeroso da vitória na alma, pois isso somente é dado aos guerreiros e corajosos...

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Para minha namorada....




Manter-se casado na atualidade é um grande desafio. Se não for a persistência e muito amor, sem limites, isso se torna impossível, improvável. Não adianta pintar a relação como um conto de fadas, pois existe muito de ogro e de bruxa nela. Porém, quando se ama de verdade, se busca a compreensão um do outro, o aprendizado, os milhões de perdões necessários a sobrevivência do casal, a cumplicidade, e em alguns momentos a resignação, tudo se torna superável. Isso é o amor, saber relevar, perdoar, ajudar, renovar, se reinventar sempre pra não cair na monotonia. Por isso, um bom casamento tem que ser um eterno namoro, uma eterna reinvenção, com direito a toda sorte de problemas que todos o casais vivem. Afinal de contas namoro sem brigas e desentendimentos não tem graça, é o mesmo que sopa sem sal. Saber lidar com as divergências é o grande segredo. Diante disso tudo é que tenho que render minhas homenagens a minha eterna namorada, esposa, parceira, “sparring”, que me atura tem treze anos. Obrigado por tudo, pelas brigas, pelos desencontros, pela dedicação, pela mãe que você é para os nossos filhos, pela companheira, e principalmente por manter comigo o compromisso de nos renovarmos a cada dia, fazendo da nossa relação muito mais do que um casamento, mas um namoro eterno, onde cada um tem o dever de conquistar o outro todos os dias. Feliz dia dos namorados! Te amo muito Mayza! Um grande beijo.

sábado, 8 de junho de 2013

Com a idade...


O tempo é o senhor de tudo. Vamos ficando mais velhos e experientes e nossa visão vai aos poucos sendo tomada pela bruma, que impede a leitura de perto, exigindo de imediato os óculos para apurar o sentido. Porém, contrário aos olhos físicos, os da alma vão se tornando mais delicados, sensíveis e apurados. Descortina-se a visão que temos das pessoas e das coisas. Passamos a enxergar o que antes não conseguíamos, e lamentavelmente vemos o que poderia ter passado despercebido. As maldades se tornam mais claras, as dissimulações são vistas de forma cristalina, e nossos heróis vão aos poucos nos decepcionando. Onde haviam amizades observamos interesses, onde o amor reinava vivenciamos a dissimulação, de onde se esperava um tratamento justo nos deparamos com a injustiça,... Não sei se comemoro essa clarevidência ou se choro com o que vejo agora!

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Pensando sobre o mundo e a vida...


Nada como o poder e principalmente o dinheiro para desnudar a desfaçatez do ser humano...


A ganância cega o homem. Faz dele um marionete a seu dispor. Aqueles que se debruçam sobre ela esquecendo-se dos valores da alma, da moral e da ética, mais cedo ou mais tarde serão engolidos por ela e abandonados à solidão. Os verdadeiros valores não estão na matéria, mas naquilo que não vemos, mas sentimos. No amor, na honestidade, na solidariedade, na honra, na moral, etc. 
  

sábado, 25 de maio de 2013

O Brasil tem jeito?



No Brasil o famoso "jeitinho" deixou de ser costume, 

passou a ser norma, e agora, lamentavelmente, tive a 

certeza de que foi elevado à categoria de princípio.

E me perguntam se o Brasil tem solução!!

domingo, 12 de maio de 2013

Um brinde a todas as mães do universo!



Não é hoje o dia das mães! O dia delas é cada um dos trezentos e sessenta e cinco dias do ano. Mãe não tem folga semanal, não tem licença, não tem décimo terceiro, não tem férias, não tem tempo para si. Mãe é dedicação completa, é resignação, é abdicação, é entrega, é amor no seu maior grau. Mãe também é desespero, é drama, é um pouco de loucura, e sendo isso tudo e muito mais, não tem como se dedicar a ela somente um dia do ano. Assim, por todos os dias que se seguirem desejo um Feliz Dia das Mães a minha mãe, minhas avós que estão em outro plano, minha esposa, minha irmã, minhas tias, minhas primas, minha amigas, e a todas as mães do mundo. Que as bençãos Divinas sejam derramadas sobre elas eternamente.

sábado, 11 de maio de 2013

E na abstinência total...



Na completa abstinência, cheguei a conclusão de que o ébrio tem uma grande vantagem na vida. Vê tudo e todos com um largo sorriso no rosto, embriagado pelo álcool, que retira a consciência e a verdade do que os olhos veem, formando uma bruma, que faz da tristeza alegria, do feio bonito, da dor felicidade, e esconde dos olhos da alma a maldade alheia...Salve o álcool (com moderação!)...  

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Iniciando a semana...

Para aqueles que afirmam que só dançam samba, não adianta mudar o ritmo da música, pois continuarão dançando samba mesmo ao som de um blues. 
Simples. Mudar não é pra qualquer um, e encontrar disposição para tanto é pior, já que a inércia é mais cômoda ...

quarta-feira, 10 de abril de 2013

E embriagado de sono e olhando para o céu...




Nos dias de hoje a confiança não é mais um tesouro, mas sim um espírito. A maioria acha que existe, mas não consegue ver ou sentir. 
Tesouros ainda são fáceis de encontrar, ao contrário das pessoas em quem confiar...   


segunda-feira, 8 de abril de 2013

Após duas Itaipavas, cheguei a conclusão que...


Quem vive de esmolas materiais ou sentimentais sempre padecerá na miséria!
A aceitação das migalhas faz da vida uma migalha...

quinta-feira, 28 de março de 2013

Apreciando a velha Skol, percebi que....



Anda faltando binóculo no mercado, tem gente enxergando somente o próprio umbigo...  


terça-feira, 12 de março de 2013

Na embriaguez da alma e no torpor das dores que ela produz...




Algumas dores não são visíveis aos olhos. São dores da alma, do coração, são dores que dilaceram a mais forte das ligas metálicas e transformam em pó a mais dura rocha existente. Dores que consomem aos poucos a verdade, a certeza, o amor próprio, o amor por outrem, a vida, o desejo, e vão dominando as profundezas da alma, encharcando-a de um amargor inigualável, intransponível a todas as tentativas de superação. Essa dor migra da alma para a carne, domina as células e se não for contida leva ao padecimento da matéria, degradada paulatinamente como a madeira consumida pelas chamas, deixando ao final as cinzas para serem levadas pelo vento...Agora, sou somente cinza e me falta o vento para soprar e me empurrar para longe. Tão longe onde os olhos não possam alcançar, onde a luz não consiga iluminar, onde exista somente um, um espaço indivisível para sozinho eu ocupar, longe da sensação de vazio, de rompimento, de lamento. Longe do som, do raiar do dia, longe de tudo que me faça lembrar quantas batalhas travei e quantas lutas foram perdidas...


domingo, 24 de fevereiro de 2013

E para os embriagados do fim de semana...



A mente é intrincada, vê o que os olhos não veem, amplia o que os olhos veem diminuto, e nos leva muitas vezes a julgamentos equivocados.

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Bebericando uma Eisenbahn..




A incerteza nos rumos da vida destrói a construção de um futuro promissor...

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

E na ressaca...


O vazio é somente uma sensação irreal. Na verdade estamos sempre preenchidos de corpo e alma...

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Após algumas St. Galem veio a reflexão...


Algumas batalhas são perdidas antes mesmos do inicio da guerra. O difícil é saber reconhecer a derrota e conviver com ela de forma menos traumática e dolorosa...

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Apreciando uma cerveja libanesa, como um gênio da lâmpada surgiu essa conclusão...


A vida é uma eterna repetição. Pena que também em relação aos maus momentos que insistem em retornar sempre ao nosso universo pessoal...

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Bebericando com os olhos no horizonte...



Manter o olhar sempre adiante, voltado para além do horizonte, é uma boa maneira se vencermos as dificuldades que estão ao nosso lado, sempre caminhando para o futuro que há de ser melhor...

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Com a embriaguez tudo parece lindo, mas não dirija...



Diz o ditado popular que a beleza é cega. Porém, na atualidade dispõe de muitos apetrechos tecnológicos para ser vista e notada, sem se falar no velho sentido do tato que ajuda na observação.
Assim, não se pode atribuir a embriaguez aquele encontro pavoroso do fim de noite...

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Mesmo sóbrio há que existir todo cuidado com as palavras...



Temos que dar menos importância as palavras que nos magoam, porque nem sempre são empregadas com essa intenção, mas resultam do desconhecimento do significado de quem as diz ou mesmo de um momento de desequilíbrio pessoal. Se palavras tem poder, os gestos tem muito mais... Por isso, um abraço na alma ou no corpo em meio a turbulência ou incêndio acalma qualquer ânimo e apaga qualquer fogo...


O amor dissipa o ódio e refresca o coração!