quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Em prol do mundo e de nós mesmos...


Estenda a mão ao outro, você pode até não receber nada em troca, mas o mundo agradece...

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Em tempo de comodismo e necessidade de mudança...


É mais fácil convencer uma boiada a entrar em um curral do que um ser humano de que precisa mudar pra melhor...

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Final de ano muitos se preocupam com o jardim do vizinho. Veja se vale a pena...


Como dizem, o jardim do vizinho é sempre mais verde, mas esquecem de ver o tanto de agrotóxico e veneno que foi utilizado para isso...

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Na reta final para as comemorações de final de ano, está passando da hora de uma autoanálise...



Nossos problemas, em sua maioria, começam dentro de nós mesmos. A partir do momento que passamos a realizar uma autoanálise crítica e construtiva temos a chance de solucioná-los dando um novo rumo a vida. Agora, se a opção é apontar para os outros e sentar a parte mais rechonchuda do corpo no chão, podemos esquecer da solução adquirindo uma mala nova para carregarmos os novos problemas que surgirão...

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Pra quem gosta de levar vantagem em tudo, certo?


Quem acredita levar vantagem sobre o outro semeia o mal que brotará para florescer oportunamente em sua vida. A colheita logo virá, cedo ou tarde...

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

E o momento político da humanidade...


A política no mundo passa por um momento de profunda escuridão, de mergulho em um poço repleto de vaidade, vingança, revanchismo, ausência de ética, desonestidade e todos os vícios comportáveis e previstos em nossa linguagem...

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Poder e dinheiro aliados para o mal...


Sem dúvida, dinheiro e poder tendem a transformar os homens em seres piores. Mas ambos são inevitáveis para o sustento da sociedade e deveriam ser empregados de modo digno...

terça-feira, 29 de novembro de 2016

E a solidão...


Deveríamos ter o direito ao isolamento por ao menos um dia no ano. A solidão faz bem a reflexão e a alma...

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Em busca do colo...


Quem não tem um colo para deitar, troca de carro, de casa, faz novos amigos, etc., se presenteia para suprir a ausência dele...

domingo, 27 de novembro de 2016

O tempo que não para...


O tempo tem rota implacável, nos alveja num piscar de olhos e de condutor passamos a conduzidos...

sábado, 26 de novembro de 2016

A espera de um pedido...


Somos eternos mendigos, pedintes. Vivemos a mendigar amor, perdão, aprovação, saúde, etc. e quase sempre ficamos de mãos abanando a espera de um milagre, que quase sempre só depende de nós, do nosso esforço...

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Em tempos de amizades líquidas e digitais...


Há um provérbio equivocado que diz: “Amigos, amigos... negócios à parte”. Não há impedimento em fazer negócios com amigos. É até mesmo preferível, pois se pressupõe lealdade, honestidade, ética, etc., que tornarão os negócios felizes para ambos. Porém, será a oportunidade de se saber se está ao lado de um amigo verdadeiro ou de um inimigo...

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Pequenos prazeres...


Trocamos momentos por objetos de prazer que não nos devolvem absolutamente nada de positivo, somente o desejo de ter novos objetos...

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

E o mal pode prosperar...


O mal somente propaga onde há quem o alimente e permite a sua sobrevivência...

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Os falsos...


O que mais se prolifera no mundo são os falsos. Falsos políticos, falsos socialistas, falsos comunistas, falsos bolchevistas, etc., que tremem as pernas com o dinheiro e o poder do capital, sendo seduzidos facilmente, mas querem impor aos outros os seus pensamentos marxistas, sem aplicarem a si próprios...

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Em meio a bandeirolas...


Uns vivem a vida defendendo bandeiras positivas, que acrescentam algo de bom para o mundo, e outros se arrastam em volta de bandeirolas que se deixassem de existir não fariam falta alguma...

sábado, 27 de agosto de 2016

Bebericando na felicidade...


A felicidade não é a satisfação do desejo, mas a compreensão e aceitação de que nem tudo pode ser alcançado e nem por isso deixamos de ser felizes...

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

A vingança nunca é o melhor caminho...


Quem busca Justiça na vingança desmedida não alcança, mas contrai dívida eterna...

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Em busca da felicidade...


Quanto mais pretendemos da vida, mais nos decepcionamos e menos felicidade sentimos...

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Tudo que vai um dia volta...


Segundo a terceira lei de Isaac Newton, para toda ação existe uma reação de igual proporção. Na vida não é diferente. As reações que sofremos são igualmente proporcionais ao que semeamos, nada mais, nada menos. Basta olharmos para o nosso umbigo e o passado...

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Continuando a pensar na vida...


Projeto de vida é tão importante quanto o projeto de uma casa. Não se constrói uma casa pelo telhado e nem uma vida pelo fim...

sábado, 30 de julho de 2016

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Pensando bem...

https://pixabay.com/pt/dummy-exibi%C3%A7%C3%A3o-face-alma-humano-757451/

Alma blindada reflete uma mente livre...

domingo, 10 de julho de 2016

A covardia digital...

https://pixabay.com/pt/%C3%ADcone-app-redes-internet-social-1328421/

O falso manto protetor da comunicação digital permite que alguns se valham dele para disseminar o ódio pelo outro, potencializando a covardia da sua difusão em larga proporção...

sábado, 9 de julho de 2016

Na trilha da carne fraca...

https://pixabay.com/pt/fisiculturista-peso-forma%C3%A7%C3%A3o-646482/

Nada somos que não energia condensada, materializada em formato de carne e osso, frágil como papel e fraca como um fio de cabelo. E ainda existem uns que se acham mais fortes do que tudo...

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Pra quem se acha muito...





O final sempre será o mesmo, na riqueza ou na pobreza, e muitos ainda se sentem melhores que outros, mesmo gozando do mesmo fim...

domingo, 3 de julho de 2016

sábado, 2 de julho de 2016

E na esteira da felicidade a dois...


A felicidade na vida a dois está em não se sentir numa prisão sem grades e nem afogado pelas amarguras e carências do outro...

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Nossa Insignificância...



Somos pequenos diante do universo e insignificantes perante Deus. Somente ao pensarmos na morte é que nos deparamos com a realidade de que nada somos e nada temos...

quarta-feira, 29 de junho de 2016

De frente com o espelho...

Imagem extraída do site: http://colunadolam.blogspot.com.br/2015/08/o-espelho-nada-diz-o-espelho-nao-diz-se.html

Sentar no próprio rabo e tentar esconder os erros do passado apontando o dedo para os erros alheios é fácil. Quero ver se olhar no espelho e ter a coragem de enfrentar a si mesmo...

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Cobras e seres humanos...

Imagem extraída do site: http://top10mais.org/top-10-cobras-mais-venenosas-mundo/

O ser humano e as cobras têm muito em comum. Uns tem guizo e avisam quando vão dar o bote, enquanto outros, mais sorrateiros, nos picam à traição...

domingo, 26 de junho de 2016

A vida passa...

Foto extraída do site: http://doutissima.com.br/2015/05/02/corrida-de-montanha-proporciona-agilidade-e-resistencia-aos-praticantes-14697635/

Corremos com a vida e depois ela corre de nós...

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Seguindo a onda dos Paladinos da Justiça...

Imagem extraída do site http://geeksaw.com.br/filmes/zack-snyder-explica-porque-o-batman-mata-em-origem-da-justica/


Nem sempre agir como se fosse o paladino da Justiça quer dizer que você a represente. Na maioria das vezes acaba por representar um sentimento próprio, pessoal, alheio ao verdadeiro senso do justo, egoístico, vingativo e temperado pela vaidade...

quinta-feira, 23 de junho de 2016

O Justo e o Justiceiro...

Imagem obtida da internet sem autoria indicada

O que diferencia o justiceiro do justo são os limites da Lei a que o último está limitado...

segunda-feira, 20 de junho de 2016


Imagem obtida na internet de autoria indefinida

Cada ser humano é um cofre com seus segredos. Uns não tem chave e outros vivem abertos, mas sempre escondem algo...

quinta-feira, 16 de junho de 2016

E na era da comunicação imediatista...

Antigamente, a boa educação nos dizia que quando pretendíamos visitar um amigo, um vizinho ou um parente, telefonávamos antes para saber se a visita poderia ser realizada naquele dia e hora.

Hoje, com os aplicativos sociais e imediatistas as pessoas invadem nossa vida, nossa casa, nosso trabalho, etc., sem o menor constrangimento e pudor. Enviam mensagens sem importância, piadas, fotos obscenas, e nos roubam tempo precioso que poderíamos dedicar a algo mais produtivo do que a leitura de piadinhas infames.

Ficamos com as portas de nossas vidas abertas a qualquer um. Basta o indivíduo ter o número de seu aparelho celular e você ter um aplicativo como WhatsApp ou Telegram em seu “smartphone” que pronto, você passou a ser íntimo dessa pessoa. O taxista, o açougueiro, o vendedor da esquina, etc., todos aqueles pra quem você um dia passou seu número, a chave de sua vida, passam sistematicamente a lhe enviar mensagens de texto, fotos, correntes de oração, e tudo de mais sórdido que se possa imaginar, sem sequer pedir para entrar em sua intimidade.

Não se respeita sequer os mortos. Fotos de assassinatos, vídeos de crimes, de corpos sangrando, em decomposição, de pessoas morrendo, de sexo, de tudo, simplesmente de tudo serve para inspirar o indivíduo a encaminhá-lo adiante, sem qualquer pedido de licença para aquele que o receberá.

Esses aplicativos vem se transformando em berço de crime. Muitos se aproveitam na falsa impressão de anonimato para destrinchar aqueles comentários injurioso, difamatórios e caluniosos contra outros ou para realizar negociações escusas, agendar assaltos, etc.

A velocidade da tecnologia é tanta que a boa educação tem ficado lá atrás, muito atrás. O ser humano não consegue concatenar a ideia e os limites que devem ser aplicados no uso de tais aplicativos, e agem movidos pelo instinto, numa sanha louca de passar adiante tudo o que recebem. São autômatos de repasse de mensagens, e entulham nossas vidas com muita, muita besteira e inutilidade, que consomem tempo, seja para leitura ou para o simples “deletar”.

Se dedicarmos o dia para leitura de e-mails pessoais e profissionais, mensagens de WhatsApp e Telegram, “posts” do Facebook, Instagram e Twitter, encaminhando comentários e “likes”, ele, o dia, se foi e nada mais fizemos do que ficar à frente da telinha do “smartphone”.

A dependência por tais aplicativos já gera transtornos de comportamento e a necessária atuação da psiquiatria na sua contenção e tratamento.

A tecnologia é bem-vinda, como foi com o surgimento do celular. Falta vir acompanhada de um manual de como se portar à frente dela. De como usá-la sem violar a intimidade alheia e com respeito ao próximo, o que levará bons anos para acontecer, e talvez a página seja virada e outros meios de comunicação surjam sem que a educação consiga conter a avalanche que açoda nossas vidas com tantas inutilidades.